Fenómeno aleatório

Da WikiCiências
Share/Save/Bookmark
Ir para: navegação, pesquisa

Referência : Martins, E.G.M., (2014) Fenómeno aleatório, Rev. Ciência Elem., V2(4):265
Autores: Maria Eugénia Graça Martins
Editor: José Francisco Rodrigues
DOI: [http://doi.org/10.24927/rce2014.265]


Um fenómeno diz-se que é um fenómeno aleatório quando o resultado de cada realização é incerto, mas admite-se ser possível encontrar um padrão de comportamento, depois de muitas repetições.


Consideremos o fenómeno que consiste em verificar quantas ervilhas cabem numa taça. O simples facto das ervilhas não terem todas o mesmo tamanho, faz com que seja imprevisível saber, exatamente, quantas ervilhas cabem na taça, cada vez que a enchermos.


Um fenómeno aleatório é um fenómeno para o qual não sabemos de antemão qual o resultado que se vai verificar, na próxima repetição (admite-se que o fenómeno se pode repetir). A probabilidade desenvolveu-se admitindo que é possível verificar uma certa regularidade a longo termo, ou seja, para um grande número de repetições do fenómeno. É esta última característica do fenómeno aleatório que o distingue de um processo caótico, já que ambos têm a característica comum de não se conseguir antecipar, com exatidão, qual o resultado que se vai obter quando se realizam.


Pensemos no fenómeno aleatório que consiste em lançar uma moeda de 1 euro e ver a face que sai. Em cada lançamento da moeda não sabemos se sai a face Euro ou a face Nacional. No entanto, se a moeda for equilibrada, verificamos que ao fim de muitos lançamentos, a proporção de vezes que sai a face Euro se aproxima de 1/2.


Por oposição a fenómeno aleatório temos o fenómeno determinista. Por exemplo, o fenómeno que consiste em largar uma pedra que temos na mão e ver se “a pedra cai” não é um fenómeno aleatório, já que o resultado da realização do fenómeno não é incerto – a pedra cai (as leis da Física até permitem saber quanto tempo leva a chegar ao chão).


À realização de um fenómeno aleatório, ou seja, ao processo de observar um dos seus resultados, chamamos experiência aleatória.



Criada em 05 de Março de 2012
Revista em 10 de Abril de 2012
Aceite pelo editor em 28 de Maio de 2012