Resistência

Da WikiCiências
Share/Save/Bookmark
Ir para: navegação, pesquisa

Referência : Ferreira, M., (2015) Resistência, Rev. Ciência Elem., V3(2):030
Autor: Miguel F.
Editor: Joaquim Agostinho Moreira
DOI: [http://doi.org/10.24927/rce2015.030]


Define-se resistência de um condutor (R), mantido a uma dada temperatura, como o quociente entre a diferença de potencial aplicada nos terminais do condutor e a intensidade de corrente que o percorre:

 R = \frac{\Delta V}{I}

A unidade SI de resistência eléctrica é o ohm (\Omega). Um condutor com uma resistência de 1 \Omega é percorrido por uma intensidade de corrente um 1 A quando aos seus terminais se aplica uma diferença de potencial de 1 V. O símbolo recomentado para designar uma resistência eléctrica no esquema de um circuito eléctrico encontra-se ilustrado na figura seguinte.

Representação esquemática de uma resistência de valor constante.

Fisicamente, a resistência eléctrica mede a dificuldade que um meio condutor oferece à passagem de cargas eléctricas. A resistência eléctrica de um condutor depende da sua natureza e da sua geometria. A resistência eléctrica de um condutor, com a forma de um cilindro de secção recta constante, é inversamente proporcional à área da secção recta (S) e directamente proporcional ao comprimento do condutor (L). A constante de proporcionalidade chama-se resistividade (\rho) e é uma característica do material condutor a uma dada temperatura. Matematicamente,

R = \rho \frac{L}{S}

A unidade SI da resistividade é o \Omega m. A tabela seguinte apresenta o valor da resistividade eléctrica de diversos materiais à temperatura de 20 ºC.

Tabela 1: Alguns valores de resistividade a 20ºC.
Material \rho (\Omega m)
Prata 1,59 x 10-8
Cobre 1,72 x 10-8
Alumínio 2,82 x 10-8
Manganina (84% Cu, 12% Mn, 4% Ni) 4,4 x 10-7
Constantan (60% Cu, 40% Ni) 4,9 x 10-7
Madeira 108 - 1014
Vidro 1010 - 1014


Criada em 07 de Novembro de 2010
Revista em 26 de Fevereiro de 2011
Aceite pelo editor em 26 de Fevereiro de 2011