Periquito-de-colar

Da WikiCiências
Share/Save/Bookmark
Ir para: navegação, pesquisa

Referência : Santos, A.I., Calafate, L., (2018) Periquito-de-colar, Rev. Ciência Elem., V6(1):037
Autores: Ana Isabel Santos e Luís Calafate
Editor: José Ferreira Gomes
DOI: [http://doi.org/10.24927/rce2018.037]
PDF Download


O periquito-de-colar (nome científico: Psittacula krameri (Scopoli, 1769), família: Psittacidae) é uma espécie de origem africana e sul asiática, proveniente de fugas de cativeiro ou libertações deliberadas.


O periquito-de-colar é uma ave com cerca de 37-43 centímetros[1], fácil de identificar pela sua silhueta e estridentes vocalizações quando em voo e em alimentação[2]. Possui cauda longa e pontiaguda, cabeça pronunciada, asas longas e estreitas, tonalidade verde viva (as penas de voo são mais escuras) e bico vermelho. O macho tem um colar preto e rosa e a fêmea possui cabeça e nuca verdes[3], [4] (FIGURA 1). Normalmente, estas aves voam em bandos de até algumas dezenas de indivíduos[5].

É possível observar periquitos-de-colar durante o ano inteiro nos locais onde ocorrem. Estes frequentam parques e jardins com árvores com muitas folhas[6].

FIGURA 1. Fêmea e macho de periquito-de-colar (fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Periquito-de-colar)

Curiosidade: o periquito-de-colar denuncia-se através de estridentes vocalizações, deixando depois ver o seu padrão verde deslumbrante[7].

Referências

  1. SVENSSON, L., Guia de Aves – O Guia de Campo mais completo das Aves de Portugal e da Europa. Assírio & Alvim, 2012.
  2. http://www.avesdeportugal.info/psikra.html, acesso em fevereiro 2018.
  3. http://www.avesdeportugal.info/psikra.html, acesso em fevereiro 2018.
  4. SVENSSON, L., Guia de Aves – O Guia de Campo mais completo das Aves de Portugal e da Europa. Assírio & Alvim, 2012.
  5. SVENSSON, L., Guia de Aves – O Guia de Campo mais completo das Aves de Portugal e da Europa. Assírio & Alvim, 2012.
  6. http://www.avesdeportugal.info/psikra.html, acesso em fevereiro 2018.
  7. http://www.avesdeportugal.info/psikra.html, acesso em fevereiro 2018.


Criada em 7 de Fevereiro de 2018
Revista em 8 de Fevereiro de 2018
Aceite pelo editor em 14 de Março de 2018