Escaravelho-da-batateira

Da WikiCiências
Share/Save/Bookmark
Ir para: navegação, pesquisa

Referência : Santos, A.I., Calafate, L., (2018) Escaravelho-da-batateira, Rev. Ciência Elem., V6(1):031
Autores: Ana Isabel Santos e Luís Calafate
Editor: José Ferreira Gomes
DOI: [http://doi.org/10.24927/rce2018.031]
PDF Download


O escaravelho-da-batateira (nome científico: Leptinotarsa decemlineata Say, 1824, família: Chrysomelidae) é uma espécie nativa da América do Norte. Introduzida na Europa (França) em 1922. Foi detetado em Portugal, pela primeira vez, em 1943.


O escaravelho-da-batateira mede 8,5-11,5 milímetros de comprimento[1], [2], [3]. Possui asas anteriores modificadas a recobrir as asas posteriores, apresentando pigmentação, geralmente, com riscas pretas e brancas ou amarelas. A cabeça e o tórax são escuros e o corpo é amarelo-pálido com dez riscas pretas longitudinais[4] (FIGURA 1).

O escaravelho-da-palmeira alimenta-se exclusivamente de plantas da família Solanaceae, sendo a batateira a sua planta preferida. Na sua ausência, este inseto pode alimentar-se do tomateiro, da beringela e de algumas plantas espontâneas (p.e. erva moira)[5].


FIGURA 1. Escaravelho-da-batateira (fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Besouro-da-batata)

Curiosidade: cada fêmea põe cerca de 700-800 ovos, desde que a temperatura ambiente seja superior a 15°C 2.

Referências

  1. REIS, J. G., Lista de alguns taxa invasores e de risco para Portugal: 1ª versão, 2016.
  2. Ficha Técnica nº 38 – Batata. Direção Regional de Agricultura de Entre Douro e Minho.
  3. https://www.cabi.org/isc/datasheet/30380, acesso em fevereiro 2018.
  4. MOREIRA, H.C.V.R., Acção de insecticidas de origem natural sobre o escaravelho-da-batateira e influência na produtividade e na qualidade de batata. (Tese de mestrado), 2011
  5. Ficha Técnica nº 38 – Batata. Direção Regional de Agricultura de Entre Douro e Minho.


Criada em 7 de Fevereiro de 2018
Revista em 8 de Fevereiro de 2018
Aceite pelo editor em 14 de Março de 2018