Embriogénese do Anfioxo

Da WikiCiências
Share/Save/Bookmark
Ir para: navegação, pesquisa

Referência : Moreira, C., (2014) Embriogénese do anfioxo, Rev. Ciência Elem., V2(2):032
Autor: Catarina Moreira
Editor: José Feijó
DOI: [http://doi.org/10.24927/rce2014.032]


O anfioxo é um cordado marinho do sub-filo Cephalochordata, que possui notocórdio permanente e um tubo neural dorsal; não possuem uma cabeça, encéfalo ou olhos diferenciados. Tal como o ouriço do mar, o anfioxo tem fecundação externa e os ovos são isolecíticos.

Branchiostoma lanceolatum.jpg

Figura 1. Anfioxo Branchiostoma lanceolatum


A embriogénese do anfioxo tem algumas semelhanças com a do ouriço do mar:

  • a segmentação é holoblástica (total), formando-se uma blástula com blastocélio (cavidade de segmentação) central
  • na gastrulação os blastómeros invaginam na zona do pólo vegetativo, formando um embrião com duas camadas germinativas, a ectoderme e a endoderme (que delimita o arquêntero). O intestino primitivo (ou arquêntero) comunica com o exterior através do blastoporo que irá dar origem ao ânus (a abertura da boca será no pólo oposto). A parede do lado dorsal do arquêntero irá dar origem à mesoderme (o mesoblasto) e ao notocórdio (o cordoblasto). A mesoderme forma-se partir de duas vesículas celómicas do arquêntero e a partir desta formam-se dois folhetos, o parietal e visceral, que delimitam o celoma.
  • a organogénese é mais complexa que a do ouriço do mar. Durante a neurulação, a zona dorsal da ectoderme achata e forma uma placa, a placa neural (fig.2A). A goteira forma-se dos espessamentos laterais da placa neural, cujos bordos se unem e constituem o tubo neural, que se estende ao longo da zona média dorsal do embrião (fig. 2B,C). No final da neurulação o embrião, designado por nêurula, continua a sofrer alterações. Ocorre a diferenciação do cordoblasto abaixo da placa neural, dando origem ao notocórdio ou corda dorsal (eixo de suporte paralelo ao tubo neural) que permanecerá durante toda a vida do anfioxo (fig. 2D).

A diferenciação celular continua e o embrião no momento da eclosão tem uma forma alongada e vida livre tal como o adulto – desenvolvimento directo.

embriogenese anfioxo.jpg

Figura 2. Esquema do corte transversal da larva de anfioxo nos sucesssivos estádios de desenvolvimento.

A. Gástrula B. C. D. Nêurula ect, ectoderme; ent, endoderme; mes, mesoderme; ch, notocórdio; np, placa neural; gc, gastrocélio; ac, canal alimentar; coel, celoma.


No vídeo pode-se ver o desenvolvimento embrionário do anfioxo aos longos dos vários estádios.

Resumo:

  • segmentação holoblástica, igual, originando blástula cêntrica.
  • gastrulação por migração e invaginação, formando gástrula tridérmica


Palavras chave: segmentação, gastrulação, organogénese, desenvolvimento directo



Criada em 28 de Março de 2011
Revista em 09 de Abril de 2011
Aceite pelo editor em 06 de Janeiro de 2012