Difusão Simples

Da WikiCiências
Share/Save/Bookmark
Ir para: navegação, pesquisa

Referência : Moreira, C., (2014) Difusão Simples, Rev. Ciência Elem., V2(2):144
Autor: Catarina Moreira
Editor: José Feijó
DOI: [http://doi.org/10.24927/rce2014.144]


Movimento de partículas através de uma membrana com permeabilidade selectiva de um meio de maior concentração de soluto (meio hipertónico) para um meio de baixa concentração de soluto (meio hipotónico). Quando é atingido o equilíbrio de concentrações ambos os meios são isotónicos (com concentrações de soluto equivalentes), o movimento de partículas continua mas a quantidade de partículas que passam em ambos os sentidos é equivalente, mantendo-se o equilíbrio dinâmico (figura 1). O mecanismo de difusão simples é considerado um transporte não mediado passivo, isto é, não depende da intervenção de proteínas específicas mas apenas da agitação térmica das moléculas, não havendo gasto de energia por parte da célula, tal como na osmose.

difusaosimples.jpg

Figura 1. Difusão simples através de uma membrana semipermeável.


Um exemplo de importância biológica de difusão simples é a passagem dos gases respiratórios de através das membranas celulares. O oxigénio dissolvido no fluido intersticial difunde-se para as células através da membrana celular, de forma contínua, visto que a diferença de concentração de oxigénio entre o fluído intersticial e o interior das células favorece esse movimento contínuo. O dióxido de carbono, resultante da respiração celular difunde-se no sentido contrario, do interior da célula para o fluído intersticial.



Materiais relacionados disponíveis na Casa das Ciências:

  1. Difusão e Osmose - As Diferenças, veja as diferenças entre a difusão e a osmose.


Criada em 12 de Setembro de 2010
Revista em 12 de Setembro de 2010
Aceite pelo editor em 15 de Setembro de 2010