Balão graduado (Balão volumétrico)

Da WikiCiências
Share/Save/Bookmark
Ir para: navegação, pesquisa

Referência : Pinto, J.R., (2015) Balão graduado (Balão volumétrico), Rev. Ciência Elem., V3(2):128
Autor: José Ricardo Pinto
Editor: Jorge Gonçalves
DOI: [http://doi.org/10.24927/rce2015.128]


Figura 1 - Representação esquemática de um balão volumétrico de 500 cm3.

O balão volumétrico (também designado por balão graduado, de acordo com a norma portuguesa NP-183:1959 em vigor) é um recipiente de vidro, em forma de pera, com rolha, com base plana e colo alto e estreito, marcado com uma linha horizontal que indica o seu volume exacto. Os balões volumétricos são calibrados a 20 ºC e destinam-se a ser usados na preparação de soluções de concentração rigorosamente conhecida.


Geralmente, os balões volumétricos são classificados de acordo com o grau de precisão: classe A e classe B. Os balões volumétricos de classe A apresentam uma maior precisão do que os de classe B e, consequentemente, são mais utilizados em trabalhos que exigem elevada precisão.


O procedimento utilizado na preparação de soluções com balões volumétricos é o seguinte:

Se o soluto for sólido, a amostra a usar, previamente pesada numa balança analítica, deve ser dissolvida numa pequena quantidade de solvente contida num gobelé (ou copo) e a solução obtida transferida quantitativamente para o balão volumétrico. Para tal, transfere-se sucessivamente várias pequenas porções de solvente pelo copo e deste para o balão graduado. Adiciona-se seguidamente solvente até cerca de ¾ do volume final de solução e homogeneiza-se a solução, voltando o balão várias vezes de cima patra baixo para homogeneizar a solução. No final, acrescenta-se solvente até que a linha inferior do menisco da solução coincida com a linha horizontal marcada no gargalo do balão volumétrico.

Se se estiver a preparar uma solução a partir de um líquido ou por diluição de outra, o volume da solução a diluir é medido e transferido com pipeta volumétrica, repetindo-se as operações anteriormente descritas a partir da adição de solvente.




Criada em 13 de Novembro de 2009
Revista em 14 de Julho de 2010
Aceite pelo editor em 13 de Setembro de 2010