Partenogénese

Da WikiCiências
Share/Save/Bookmark
Ir para: navegação, pesquisa

Referência : Moreira, C. (2010), WikiCiências, 1(9):0124
Autor: Catarina Moreira
Editor: José Feijó



É uma estratégia de reprodução assexuada muito utilizada em espécies de reprodução sexuada, quando na população não existem machos disponíveis. Na partenogénese o gâmeta feminino desenvolve-se formando um novo ser, sem que tenha havido fecundação. Deste processo podem resultar indivíduos diplóides – pela divisão do ovócito (com formação incompleta do gâmeta, isto é, trata-se de uma célula diplóide que iria formar uma célula haplóide por meiose) ou pela divisão da célula que resulta da fusão do glóbulo polar com o óvulo (por exemplo o Dragão do Komodo); ou podem resultar indivíduos haplóides – pela divisão do óvulo (por exemplo as abelhas). Muitas plantas possuem uma forma particular chamada apomixia, que produz sementes com embriões diplóides perfeitamente viáveis.

Nas abelhas Apis mellifera, as abelhas-raínha, fêmeas férteis, produzem óvulos haplóides que podem ou não ser fecundados pelos zângãos, machos férteis. Os óvulos não fecundados desenvolvem-se por partenogénese e originam zangãos haplóides; os óvulos fecundados dão origem a fêmeas, obreiras ou rainhas, conforme o tipo de alimentação que tiverem.

Palavra chave: reprodução assexuada



Criada em 20 de Outubro de 2009
Revista em 16 de Março de 2010
Aceite pelo editor em 15 de Setembro de 2010