Escala de Richter

Da WikiCiências
Share/Save/Bookmark
Ir para: navegação, pesquisa

Referência : Dias, A.J.G., Freitas, M.C.A.O., Guedes, F., Bastos, M.C., (2014) Escala de Richter, Rev. Ciência Elem., V2(2):158
Autor: A. Guerner Dias, Conceição Freitas, Florisa Guedes, Cristina Bastos
Editor: Manuela Marques
DOI: [http://doi.org/10.24927/rce2014.158]


Escala usada para classificar os sismos em função da quantidade de energia libertada.

Esta escala, criada por Charles Richter em 1935, é também designada escala de magnitude por se basear na magnitude, grandeza que é calculada a partir de dados fornecidos pelos sismogramas, nomeadamente, amplitude máxima das vibrações das ondas sísmicas e distância epicentral.

É uma escala quantitativa, aberta, em que o grau 1 corresponde a um sismo que só é detectado por um sismógrafo. Para magnitudes superiores a 4,5, os estragos são ligeiros, mas acima do grau 7 começam as grandes destruições. O sismo mais violento registado teve uma magnitude um pouco acima de 9.

Segundo as descrições da época estima-se, para o terramoto de Lisboa de 1755, uma magnitude próxima de 8,8



Criada em 18 de Janeiro de 2010
Revista em 23 de Fevereiro de 2011
Aceite pelo editor em 24 de Fevereiro de 2011