Reprodução assexuada

Da WikiCiências
Share/Save/Bookmark
Ir para: navegação, pesquisa

Referência : Moreira, C. (2010), WikiCiências, 1(9):0128
Autor: Catarina Moreira
Editor: José Feijó



Na reprodução assexuada os descendentes são originados a partir de um único progenitor que se divide por mitose, sem ocorrer fusão de gâmetas (isto é, sem fecundação), podendo em pouco tempo originar um grande número de descendentes. A descendência é geneticamente igual ao progenitor, designando-se de clones.

É um processo característico dos organismos unicelulares, embora muitos organismos multicelulares também se reproduzam de forma assexuada (por exemplo, animais como a planaria e a minhoca, os fungos e um grande número de plantas como o morangueiro, os fetos).

A reprodução assexuada é muito eficiente dado que não envolve o cruzamento entre organismos, logo tem menores exigências. Assim, a energia pode ser canalizada directamente na produção de descendência, permitindo um rápido aumento da população. No entanto, como os descendentes são clones do progenitor e entre si, não há variação genética a menos que ocorram mutações. A baixa variabilidade genética de uma população pode ser um entrave à sua adaptação a novas condições ambientais, podendo mesmo levar à sua extinção. Existem várias estratégias de reprodução assexuada sendo as mais comuns: bipartição, fragmentação, partenogénese, divisão múltipla, esporulação, multiplicação vegetativa e gemulação.


Vantagens e desvantagens da reprodução assexuada

A reprodução assexuada é um processo natural de clonagem através do qual se obtém descendentes geneticamente idênticos ao progenitor.

Vantagens:

  • Maior número de descendentes
  • Linhagens homogéneas, com características idênticas (ex. Cereais)
  • Rapidez na obtenção de descendentes (exemplo, através da divisão múltipla)
  • Reprodução sem necessidade de encontrar um parceiro, sem gasto de energia na produção de gâmetas e na fecundação (muito vantajoso para seres sésseis ou com baixa mobilidade)

Desvantagens:

  • Falta de variabilidade genética – os descendentes são clones dos progenitores – se a s condições ambientais se modificarem as populações podem ser gravemente afectadas devido à fraca capacidade adaptativa


Palavras chave: mitose, bipartição, fragmentação, gemulação, partenogénese, multiplicação vegetativa, esporulacão



Criada em 20 de Outubro de 2009
Revista em 16 de Março de 2010
Aceite pelo editor em 15 de Setembro de 2010